Conheça 3 erros que podem fundir o motor do seu veículo!

Conheça 3 erros que podem fundir o motor do seu veículo!

Um dos pesadelos de todo motorista é fundir o motor. Por isso, ter cuidados com a mecânica do carro para que esse e outros problemas não aconteçam é fundamental.

Esse defeito acontece devido ao superaquecimento do motor e, além de ser uma dor de cabeça, não fica barato para o proprietário consertar. Como é necessário fazer a troca de muitas peças caras para corrigir o problema, a prevenção é a melhor solução para não passar por isso.

Sabendo disso, separamos os principais erros que podem fazer com que o motor do seu veículo funda. Então, para saber mais sobre esses erros e como preveni-los, continue lendo este post!

1. Rodar com o radiador sem água

Como o radiador é o principal responsável pela refrigeração do motor, qualquer anormalidade pode comprometer seu funcionamento.

O que mais costumamos deixar passar é o nível de água desse sistema. Ao não verificar com frequência o radiador, muitas vezes podemos permitir que ele trabalhe com pouca água. Isso pode fazer com que a temperatura não seja controlada corretamente e, consequentemente, funda o motor.

Ademais, ficar de olho no nível de água é importante para perceber vazamentos com antecedência. Mecânicos aconselham que devemos conferir o sistema de arrefecimento pelo menos uma vez por semana. Por isso, fique de olho!

2. Esquecer de manter o sistema de lubrificação em dia

O sistema de lubrificação também é um grande responsável por manter a temperatura da mecânica do carro normal. O óleo lubrificante tem a função de diminuir o atrito entre as peças móveis do motor.

Como aprendemos em Física, o atrito gera calor e reduzir esse impacto é importantíssimo para frear o superaquecimento.

Sabendo disso, é importante que esse sistema esteja sempre funcionando bem. Verifique a qualidade do óleo analisando sua cor e viscosidade. Faça as trocas do fluido lubrificante e do filtro dentro dos prazos indicados pelo fabricante.

Por fim, atente-se ao nível de óleo para não rodar com o sistema subalimentado e perceber vazamentos com antecedência.

3. Não verificar as mangueiras do motor

O que mantém a temperatura do carro no nível correto é o funcionamento do sistema de lubrificação e o de arrefecimento. Como esses sistemas trabalham por meio da movimentação de fluidos, o bom estado das mangueiras é importantíssimo.

Qualquer ressecamento ou rachadura nessas peças pode ocasionar vazamentos e a má condução do óleo e da água. Com o desabastecimento desses líquidos, a temperatura sobe e pode fundir o motor.

Por isso, fique atento a qualquer vazamento e ao estado de conservação das mangueiras. Sempre que for à oficina, peça a seu mecânico para também verificar essas peças. A troca delas é barata e pode te poupar de vários problemas maiores.

A mecânica dos carros trabalha sempre bem se focarmos na prevenção. Em caso de superaquecimento, a máxima é a mesma. Fazer as revisões programadas no momento certo e as verificações rotineiras evitarão muitos sustos. Sabendo disso, não deixe de dar atenção aos sistemas que não deixarão seu veículo ferver.

E aí, gostou de saber quais são os erros que podem fundir o motor do seu carro? Compartilhe este post nas redes sociais e também ajude seus amigos a evitarem esses erros!

Sem comentários

Cancelar